Inteligibilidade: última parte

 

Hoje escrevo o último texto sobre inteligibilidade, não foi minha intenção esgotar o tema, longe disso, afinal, todo tema envolvendo áudio é um pouco como na música, parece não ter fim, uma ciência infinita!

 

Inteligibilidade não poderia ser diferente. Quanto mais nos aprofundamos em busca de conhecimento, mais conhecimento encontramos, e parece não ter fim! Logo, minha expectativa é lançar nossos olhares sobre a importância da inteligibilidade em um universo aonde “a mensagem” é o mais importante, o universo das Igrejas, onde Cristo é a mensagem! 


Para os leitores da língua inglesa, recomendo fortemente a leitura dos livros Handbook for Sound Engineers, de Glen Balou, assim como o Sound Systems, Design and Optamization, de Bob Mc Carthy, obras preciosíssimas sobre áudio. Para os que gostam de cálculos, uma obra fantástica sobre acústica, o livro Acústica de Salas, de Eric Brandão. 


A leitura dessas obras certamente lhes trará uma visão mais detalhada e criteriosa sobre “inteligibilidade”, que refletirá na melhora da qualidade de transmissão da mensagem. Vamos lá, mãos a obra! 


Já vimos aqui nas duas últimas edições que diversos fatores podem afetar a inteligibilidade de nosso sistema, entre eles, relação sinal/ruído, diretividade dos falantes, o RT60, distância entre o ouvinte e a caixa, entre outros fatores. É importante notar uma coisa, muitas ferramentas podem nos auxiliar a resolver os problemas com inteligibilidade, porém para todos os problemas só há uma ferramenta em comum, o conhecimento técnico básico de áudio. 


Parece óbvio, mas, ao longo dos anos, tenho percebido que normalmente quem começa no áudio nas igrejas, começa sem conhecimento algum, já aqueles que se dedicam, após algum tempo já trabalhando, começam a buscar conhecer os princípios físicos do áudio em livros e na internet. Porém, vejo que o conhecimento técnico é fundamental para criar uma imagem do “todo”. 

 

Uma vez que você consiga visualizar o fluxo de sinal em todos os pontos do sistema e em todos os meios e entender cada processo e ser capaz de interferir consciente e construtivamente no fluxo de sinal, então você começa a experimentar a liberdade que  abre o terreno para fazer com amor o que se gosta. 


E esse é o pulo do gato! Não tem almoço grátis, nem atalho para felicidade, o caminho, como já dizia Einstein, é 99% transpiração e 1% inspiração (ainda que a inspiração faça toda diferença). Em 1992, durante o Rock in Rio, em um papo com Santana no camarim antes do show, ele me disse algo que jamais esqueci: - A liberdade vem da disciplina!
Uma vez que o básico seja dominado, o trabalho se torna intuitivo! Gostaria então de listar aqui o que entendo como o fundamental, o básico, aquilo que todos deveriam saber para conseguir realizar um bom trabalho. Temos hoje à disposição um número muito grande de ferramentas tecnológicas, porém só há uma ferramenta que independe do sistema usado, atemporal e que não fica obsoleta como os equipamentos de áudio, a matemática, ela é a ferramenta que precisamos saber usar, é a ferramenta que usaremos hoje e em toda nossa caminhada pelo mundo do áudio. 

 Com o equilíbrio entre a teoria e a experiência do mundo real, temos o ambiente ideal para um trabalho de sucesso. Logo, em todos os tópicos que abordaremos, a matemática se fará bastante presente. O conhecimento básico das áreas que citarei cria base para estudos posteriores sobre áreas mais específicas do áudio conforme o interesse de cada um. 1. Decibel. 2. Frequências e Comprimento de ondas. 3. O Princípio de superposição 4. Lei de Ohm e Equação de forças. 5. Impedância, Resistência e Reatância. 6 .Ouvir Humano. 7. Princípios de radiação sonora. 8. Interferência de ondas. 


A partir das próximas edições estaremos olhando a fundo os 8 tópicos que nos trarão o conhecimento necessário para realizarmos um bom trabalho. Até a próxima!

 


 

Please reload

Destaque

Gustavo Victorino conquista o troféu de Comentarista de Televisão do Ano, no Prêmio Press 2019

November 12, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes

October 7, 2019

October 3, 2019

September 25, 2019

September 19, 2019

Please reload

Nossas Redes
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Instagram
SOBRE

REVISTA BACKSTAGE

 

A Revista Backstage é um publicação da Editora H. Sheldon e pode ser adquirida online através do site da editora, por assintura ou avulsa.

 

ANUNCIE

IMPRESSA OU DIGITAL

 

Clique aqui e se informe sobre as condições de anúncios em nossa revista ou site.

CONTATO
  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • Instagram

Todos Direitos Reservados

Rua Iriquitiá, 392 - Taquara

Rio de Janeiro - RJ - CEP:22.730-150 

Telefones: (21) 3627-7945 /  2440-4549

E-mail: adm@backstage.com.br

© 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • REVISTA BACKSTAGE