Seegma Day Pro Audio

May 28, 2018

 

 

redacao@backstage.com.br
Fotos: Danielli Marinho

 

Seegma e Bose apresentam ao mercado brasileiro as novas caixas de line array. Encontro durou um dia e reuniu técnicos de som, representantes e integradores para demonstração ao vivo do novo sistema Showmatch. 
Outras marcas representadas pela Seegma também tiveram seus produtos expostos para demonstração, como Allen & Heath, Whirlwind e SKB. 
 

Dia 20 de março, capital paulista, bairro Santana, Mega Roller Skate Park. Foi este o endereço que a Seegma escolheu para apresentar o novo sistema Bose de line array, Showmatch, e novidades em equipamento de outras marcas representadas no Brasil pela empresa. Para assistir à demonstração, foram convidados diversos profissionais ligados a variadas áreas do áudio, como parceiros, técnicos e integradores. Um dos convidados foi o técnico de som Pato (Weverton), que atualmente também trabalha com consultoria em áudio. “Eu já trabalhava com Bose antes de ela entrar para a Seegma, com outro importador, e vim convidado tanto da Seegma quanto da Harmonia Digital, onde eu já executava projetos para a Bose, no estado de Goiás e Distrito Federal. Vim para conhecer esse novo sistema da Bose, que é o segmento mais profissional. Quando eu estava na estrada fazendo artista, não tinha contato com Bose, os riders técnicos não tinham Bose. Eu aprendi a respeitar muito a marca depois que a conheci e vi como eles trabalham; são pessoas sérias, é bem diferenciada a maneira como eles tratam o áudio”, compara. 
Pato ressalta ainda a importância de eventos como esse para que haja uma quebra de barreira e que se crie um vínculo com uma marca nova. “A marca nem é tão nova. E acho que as pessoas têm que ouvir primeiro para depois falarem”, completa.

 

Para apresentar o Showmatch, foi montada uma estrutura de show ao vivo

 

A ideia de apresentar o Showmacth em um evento com público específico vem justamente contribuir para ampliar o conhecimento do mercado sobre os produtos lançados pela Bose. “A importância do Brasil no nosso mercado é muito grande porque é um país grande com condições demográficas continentais, e isso representa uma oportunidade muito grande. Para nós é como uma semente que se tem que plantar muito bem para que os frutos saiam a médio ou longo prazo”, explica Alexandre Dazevedo, territory manager Bose no Brasil. Segundo ele, o mercado brasileiro é importante, porque é um mercado de turnês e festivais grandes como Lollapalooza, Rock in Rio. “Para nós, o mercado de turnês e concertos é uma oportunidade muito grande. Esse é um sistema muito capaz e de grandes possibilidades. Então isso é muito importante porque também há muitos investidores na América Latina, e no Brasil, e isso só vem crescendo, e a parte de locação corporativa também é muito importante”, pontua.


“Você já vê em bandas, até a Rihanna já tocou com nosso sistema, então realmente é um produto que está fazendo sucesso. Estamos trazendo hoje aqui para demonstrar com uma banda e um DJ, o produto está aqui em uma configuração de seis caixas por lado, mais seis subs SMS118, então a ideia hoje é demonstrar um pouco da potência e principalmente da cobertura, que é a tecnologia DeltaQ, que a Bose desenvolveu e lançou inicialmente em 2011, com o roomatch e agora em 2017 com o Showmatch, que é a estrela da noite”, destaca Alexandre.

 

Apresentação dos produtos
Esse é o primeiro sistema touring da Bose, bastante diferente no mercado, que tem como características possibilidade de regular a saída de áudio; então em lugares consegue-se evitar reverberação e outras possibilidades, e o usuário consegue jogar o som para onde  quiser”, afirma. Além da Bose, o técnico de som Juninho destaca que outras marcas como a SKB, a Whirlwind, a Allen & Heath, que são marcar mundialmente conhecidas e top de mercado, trazem público também. “Para isso a gente consegue ter um reconhecimento das marcas junto à Seegma como distribuidora e também conhecer produtos que o mercado achava que não tinha distribuidor, que não tinha acesso. Com esse evento, o que a gente proporciona? O fácil acesso ao conhecimento do cliente e do integrador de serviços a esses produtos”, destaca. 

 

Um dos objetivos do Seegma Day Pro é dar mais visibilidade aos produtos, fazendo com que os profissionais possam conhecer melhor, seja representante ou lojista, e consigam visualizar, tenham um conhecimento maior do que o produto pode oferecer e repassar ao cliente final. 

 

Além do Showmatch, os presentes tiveram a oportunidade de conhecer melhor a linha RMU, da Bose. O MB210, um sub compacto para som ambiental, com 2 woofers de 10”, que impressionava a todos que o ouviam. Além disso, os amplificadores Power Malta para reforço sonoro (4 modelos 2:8 canais e 2:4 canais) também impressionava com sua tecnologia com algoritmo interno de correção interno, com a placa de dissipação de calor construída ao revés. 
Outro produto apresentado foi o S1Pro, sistema compacto multiposição da Bose, que além de ser resistente e leve, pesa apenas 6,8 kg, bluetooth integrado, unindo a tecnologia de array articulado mais mix integrado com 3 canais. 
Para Dazevedo, o S1Pro é um produto que surpreende porque é um produto extremamente portátil, que vem com uma série de facilidades, entre elas a possibilidade de ter bateria com até 6 horas de duração. “Além disso bluetooth, que é uma coisa que vários clientes pediam e dentro dos 3 canais, 2 deles possuem reverb e todo o processamento tonematch que a gente já vem desenvolvendo em toda a linha profissional há muito tempo”, explica. 

 

O S1 une a característica de dois produtos icônicos dentro da família portátil, um é o L1 Compact e o outro F1, que foi lançado em 2015, e é um PA com 4 tipos de coberturas diferentes. Foram utilizadas a tecnologia do L1 no que tange o array, para ter maior cobertura, e utilizados os alto-falantes do F1. “Então hoje você tem um produto com duas tecnologias muito boas dentro do produto super compacto, super fácil de utilizar com várias facilidades de conexão, então é realmente um produto que está fazendo sucesso e acaba de chegar ao Brasil, foi um lançamento mundial dia 27 de fevereiro e já está aqui no Brasil”, informa. 

 

Outras demonstrações foram o AD Max, que são alto-falantes de teto para embutir, com uma tecnologia de cobertura totalmente inovadora, envolvendo 12 anos de pesquisa e desenvolvimento para chegar nesse produto. A versão da MA12, MSA12X, que é um produto da MA12 amplificado, com DANTE, processamento digital, capacidade de guardar até 10 memórias dentro dela. Ou seja, um equipamento com toda a tecnologia da MA12, mas aliada à amplificação própria, protocolo Dante que está familiar agora no mercado. E o diferencial é que dá para fazer o direcionamento de cobertura digitalmente falando. Com a MA12, obrigatoriamente, havia a necessidade de colocá-la na altura do ouvido do ouvinte, e instalar um pouco mais baixo. Com a MSA12 X, é possível instalar mais alto e eletronicamente, direcionando o som para onde quiser na dispersão vertical. 

 

 
“O novo sub MB210, um sub muito compacto, muito pequeno, mas com uma potência muito forte, por um preço bem acessível pelo que ele entrega”, avalia André Espindola, diretor técnico da Seegma Pro Audio.

 

Apostando no mercado de áudio
Vencer mais um desafio, dessa vez no mercado de áudio. Esse é o objetivo atual da Seegma, empresa que já existe há 26 anos, tendo sua origem na área de informática, adptando-se depois, com as mudanças tecnológicas, à área de viídeo. “A Seegma percorreu um longo caminho se tornando uma das líderes no mercado de vídeo, no setor no Brasil, representando diversas marcas no mercado americano, principalmente”, explica Edi Carlos Pinheiro, fundador e diretor geral da Seegma. “Após essa fase, enxergamos um outro mercado que estava de certa forma bastante explorado, mas mal explorado, então entramos e começamos a trabalhar com uma filosofia diferente. De maior aproximação aos lojistas, aos representantes, tentando dar mais atenção a eles com margem bem reduzidas, para trabalhar com um volume maior e fazer chegar ao cliente final um produto de alta qualidade como é a marca Bose, que tem um preço bem competitivo. Temos encontrado muitos desafios por conta das crises do país, mas também tem sido parcerias de muito sucesso com a Bose”, coloca.

 


Com relação aos desafios e dificuldades em atuar em um novo mercado, ele conta que a maior delas foi encontrar conhecimento técnico. “Este é um mercado muito amplo, muita coisa a se aprender, estamos aprendendo ainda, mas o nosso diferencial foram as pessoas que vieram a trabalhar conosco. No caso do Alexandre, do próprio André, que é engenheiro, ou do Ricardo, que está em toda a área de shows ou de vídeo. Dessa forma, as pessoas que vieram trabalhar conosco nos deram esse suporte para que continuássemos seguindo, fazendo com que a Seegma também comece a ser uma referência no mercado de áudio. Então esse é o nosso grande diferencial”, completa o diretor geral.


E para quem pensa que o mercado está sem perspectivas, Edi já adianta que tem sido supreendido também por outro mercado, o de instalações fixas, e as igrejas. “Eu consigo medir isso através do ambiente, porque um dos maiores segmentos que hoje trabalhamos: vídeo nas igrejas. Claro, houve uma queda em termos de nível financeiro muito grande, porque os fiéis ficaram desempregados, daí diminui o dizimo nas igrejas e o nível de investimento acaba sendo menor. Mas a partir do momento que a economia começa a melhorar, tudo vai melhorando e entendo que a própria igreja enxerga isso como um marketing. Ela tem que ter um áudio e um vídeo de qualidade para pode trazer mais pessoas para dentro da igreja. E um dos nossos diferenciais é que a gente faz todo um projeto para a igreja, desde a planta, já estamos desenhando como vai ser o sistema de som”, explica.

 

Mercado Brasil
Segundo Alexandre Dazevedo, a Bose já vem há muitos anos mantendo negócios no Brasil através de seus distribuidores e dealers, e no último ano e meio com a Seegma, fazendo um trabalho de distribuição no país. “Em 2012 deixamos de atender o distribuidor e passamos a ter somente dealers, e final de 2016 passamos a ter distribuidor novamente, que é o caso da Seegma. Então é muito importante ter um evento como esse aqui em São Paulo para mostrar que a Bose está e segue presente no mercado, oferecendo soluções de alta qualidade o portfólio que tem lá fora é o mesmo que tem aqui no Brasil”, conclui.

 

 

 

Please reload

Destaque

Play Rec - As dicas de álbuns

November 4, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes

October 7, 2019

October 3, 2019

September 25, 2019

September 19, 2019

Please reload

Nossas Redes
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Instagram
SOBRE

REVISTA BACKSTAGE

 

A Revista Backstage é um publicação da Editora H. Sheldon e pode ser adquirida online através do site da editora, por assintura ou avulsa.

 

ANUNCIE

IMPRESSA OU DIGITAL

 

Clique aqui e se informe sobre as condições de anúncios em nossa revista ou site.

CONTATO
  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • Instagram

Todos Direitos Reservados

Rua Iriquitiá, 392 - Taquara

Rio de Janeiro - RJ - CEP:22.730-150 

Telefones: (21) 3627-7945 /  2440-4549

E-mail: adm@backstage.com.br

© 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • REVISTA BACKSTAGE