Anuncio topo
COLUNISTAS

Music & Business - Abril 2021

09/04/2021 - 02:30h
Atualizado em 10/04/2021 - 10:07h


 

Você vai ver aqui:

 

Novos Álbuns
 

Industria Musical em Números
 

HYBE compra Ithaca Holdings
 

Show de Rock em Barcelona Tem Público de 5.000 Pessoas
 

Sony Music Compra Som Livre

 


  • Novos Álbuns – Data de Lançamento: 02 de abril


  • Demi Lovato – Dancing with the Devil…the Art of Starting Over



  • Lil Tjay – Destined 2 Win



  • Vicetone – Legacy



  • Bryce Dessner (of the National) & Australian String Quartet – Impermanence/Disintegration



  • The Fratellis – Half Drunk Under a Full Moon

 




  • Indústria Musical em Números

[Fonte: MusicWeek]

 

  • Na terça-feira (23/03), a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI) reportou que o mercado global de música gravada cresceu 7,4% em 2020.

    • De acordo com a IFPI, este é o 6º ano consecutivo com crescimento.

       

  • Em receitas, o total de 2020 foi de $21,6 bilhões de dólares. Esse crescimento veio apesar do impacto causado pela pandemia e das quedas de 4 dos 5 formatos monitorados pela IFPI (downloads, físico, direitos de reprodução e licença de sincronização).

    • Porém, esse crescimento global foi liderado pelo streaming, especialmente pela receita gerada por assinaturas pagas que teve um aumento de 18,5% em relação a 2019 e catalogou 443 milhões de pessoas em 2020.

      • No total (assinaturas + plano com anúncios), foram $13,4 bilhões de dólares, o que equivale a 62,1% da receita total do mercado de música gravada em 2020.

         

  • Os principais mercados: Estados Unidos (#1), Japão (#2), Grã Bretanha (#3) e Alemanha (#4).

    • A Coréia do Sul foi o mercado com maior crescimento dentre os principais mercados (44,8%).

      • Ainda que o país ocupe da 6ª posição no top 10 global, se mantiver o índice de crescimento certamente entrará no top 5 nós próximos anos.

      • A região da Ásia cresceu 9,5% e, pela primeira vez na história, teve mais de 50% de sua receita total proveniente do digital.

    • Na América Latina, as receitas de streaming crescerem em 30,2% e foram responsáveis por 84,1% da receita total da região.

 




  • HYBE Compra Ithaca Holdings

[Fonte: Deadline, Variety, MBW]

 

  • No dia 2 de abril, Scooter Braun, empresário dos astros Justin Bieber, Ariana Grande, J Balvin e Demi Lovato, vendeu sua empresa de mídia, a Ithaca Holdings, para empresa sul-coreana HYBE.

     

    •  A HYBE, anteriormente conhecida com Big Hit Entertainment, é casa de grupos de K-pop como fenómeno mundial BTS.

       

    • O negócio junta diversos tipos de serviços como gerenciamento, assistência de gravadoras e publishing para um elenco potente de artistas. Além dos nomes mencionados, a lista inclui grupos de K-pop como TXT, SEVENTEEN, NU’EST, GFRIEND, ENENHYPEN, ZICO e artistas do gênero country como Thomas Rhett, Dan + Shay, Lady A e Florida Georgia Line.

      • O elenco da SB Projects, uma das empresas pertencentes ao Ithacaa Holdings, supostamente se tornarão importantes acionistas dentro da empresa com o intuito de fortalecer o vínculo das duas empresas.

        • Justin Bieber e Ariana Grande receberam 53,557 ações cada (entorno de $10 milhões de dólares), J Balvin recebeu 21,423 ações (entorno de $4 milhões de dólares), enquanto outros artistas assim como os produtores Andrew Watt e Tommy Brown e o compositor Poo Bear também receberam um pedaço do bolo.

           

  • Sob o novo acordo, a filial da HYBE nos Estados Unidos, a HYBE America, terá controle total da Ithaca Holdings e suas propriedades que incluem a SB Projects e a Big Machine Label Group.

    • A HYBE investirá $950 milhões em sua filial americana e desembocará um pouco mais de $1 bilhão de dólares para obrigacionistas e outros investidores para finalizar a compra.

    • Scooter Braun entrará para o conselho da HYBE e Scott Borchett permanecerá como CEO da Biga Machine Label Group.

       

  • Uma das vantagens deste acordo é a grande exposição que muitos artistas terão. Músicos da Big Machine, que são essencialmente country, terão mais oportunidades no âmbito global. Por outro lado, esse acordo deve abrir mais a porta dos Estados Unidos para outros artista de K-pop.

    • “Com essa parceria, oportunidades globais para os artistas tornam-se exponenciais. Essa é uma oportunidade para nós possamos fazer história e inovar ainda mais a indústria da música e revolucionar o jogo” – Scooter Braun

 







 

  • No dia 27/03, 5.000 fãs de rock se juntaram, se abraçaram, dançaram e cantaram ao som da banda Love of Lesbian no Palau Sant Jordi em Barcelona.

    • E se você estiver lendo isso, esse evento não foi virtual, foi presencial.




       

    • Tudo isso vem a partir de uma tentativa para tentar reviver a indústria da música ao vivo. As 5.000 pessoas passaram por um teste rápido de COVID-19, tiveram que utilizar máscaras, porém sem a necessidade de distanciamento social.




       

      • O público escolheu entre 3 lugares para fazer seu teste no sábado pela manhã e pessoas com doenças cardíacas, câncer ou que tiveram contato com alguém infectado por COVID-19 nas últimas semanas foram solicitadas a não se inscreverem.

      • No total, somente 6 pessoas testaram positivo e não puderam assistir ao show (ainda não foram divulgados os resultados após o show).




         

    • Os ingressos custaram entre 23-28 euros já incluindo o preço do exame e da máscara. 

  • O governo britânico disse que também organizará alguns eventos teste em abril.

 







 

  • No dia 1 de abril foi anunciado que a Sony Music Entertainment entrou em um acordo definitivo para comprar a Som Livre, casa de artistas como Marilia Mendonça, Jorge & Mateus, Wesley Safadão, Lexa, Israel & Rodolffo, Dudu MC.

    • Dentro desse acordo, a Som Livre será um novo centro criativo dentro da Sony Music e continuará assinando, desenvolvendo e comercializando seu elenco e providenciando uma vasta quantidade de serviços para a comunidade de música brasileira.

    • Marcelo Soares seguirá sendo o CEO da Som Livre.

    • Artistas (músicos e compositores) da Som Livre terão acesso a rede global de recursos e parcerias da Sony Music Entertainment, oferecendo assim um alcance global.

  • Além de ter vários artistas em seu repertório, a Som Livre também produz vários festivais dentro Brasil como o Festeja, o maior festival de sertanejo do país, e também cuida da operação do Fluve, plataforma de distribuição musical para gravadores e artistas independentes brasileiros.

  • De acordo com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), a Sony está pagando $255 milhões de dólares (por volta dos R$1,4 bilhões).

 

Fotos: Divulgação / AP Photo - Emilio-Morenatti / Albert Gea - Reuters

 

Music & Business - Abril 2021
Guilherme Canineo

COMENTÁRIOS

Depois de um ano de empresa 3M pude fazer o bendito carnê e comprei uma vitrolinha (em 12X) e na mesma hora levei Pirão, Quatro (Que era o novo), Es´pelho Cristalino e Vivo do Alceu, fiquei um ano ouvindo e pirando sem parar, depois vi o show do Quatro em Campinas. Considero o mais equilibrado de todos, sendo que sempre pendendo pro rural e nem tanto pro urbano, um disco atemporal podendo ser ouvido em qualquer situação, pois levanta o astral mesmo. No momento, Chuva no campo é ''a favorita'', mas depois passa e vem outra, igualzinho à aquela banda de Liverpool, manja????

- Ademilson Carlos de Sá

B R A V O!!! Paulo Farat não esqueça: “Afina isso aí moleque!” Hahahaha Tremendo profissional, sou teu fã, Grande abraço!

- Dudu Portes

Show é sensacional. Mas a s sensação intimista de parecer que a live é um show particular, dentro da sua casa, do seu quarto, é impagável. Parabéns família, incluindo Guarabyra e Tommy...

- Ricardo Amatucci

Paulo Farat vai esta nas lives do Papo Na Web a partir de amanha apresentando "Os Albuns Que Marcaram As Nossas Vidas"" Não percam, www.facebook.com/depaponaweb todas as terças-feiras as 20:00 horas

- Carlos Ronconi

Caro Luiz Carlos Sá, as canções que vocês fazem são maravilhosas, sinto a energia de cada uma. Tornei-me um admirador do trabalho de vocês no final dos anos 1970 com o LP Quatro e a partir de então saí procurando os discos de vocês, paguei um preço extorsivo pelo vendedor, os LP's "Casaco Marrom" do Guarabyra e "Passado, Presente e Futuro" (primeiro do Trio), mas valeu. tenho todos em LP's e CD's até o Antenas, depois desse só em CD's e o DVD "Outra Vez Na Estrada" exceto o mais recente "Cinamomo" mas em breve estarei com ele para curtir. A última vez que vi um show da dupla (nunca vi o trio em palco), foi no Recife no dia 16/04/2016 na Caixa Cultural, vi as duas apresentações. Levei dois bolos de rolo pra vocês, mas o Guarabyra não estava. Quero registrar que tenho até o LP "Vamos Por Aí", todos autografados, que foi num show feito no Teatro do Parque, as apresentações seriam nos 14,15 e 16/10/1992 mas o Guarabyra perdeu o voo e só foram dois dias, no dia do seu aniversário e outro no dia 16. Inesquecível. Agora estou lendo essas crônicas maravilhosas. Grande abraço forte e fraterno e muita saúde e sucesso pra vocês, sempre. P.S. O meu perfil no Facebook é Xavier de Brito e estou lá como Super Fã.

- Edison Xavier de Brito

Me lembro de ter lido algumas destas crônicas dos discos quando voce as publicou no Facebook em 2013, Sá. Muito emocionante reler e me emocionar de novo. Voces foram trilha sonora importantíssima dos últimos anos da minha vida. Sou de 1986, portanto de uma geração mais nova que escuta voces. Gratidão e vida longa a voces!

- Luiz Fernando Lopes

Salve!!! Que maravilha conhecer essas histórias de discos que fazem parte da minha vida. Parabéns `à Backstage e ao Sá! E, claro, esperando a crônica do Pirão. Esse disco me acompanha há mais de quarenta anos! Minhas filhas escutaram desde bebês e minha neta, que vai nascer agora em setembro, vai aprender a cantar todas as músicas!

- Maurício Cruz

com esse time de referências musicais (exatamente as minhas) mais o seu talento, não tem como não fazer música boa!!!! parabéns!!! com uma abraço de um fã que ouve seus discos desde essa época!

- nico figueiredo

Boa noite amigo, gostei muito das suas explicações, pois trabalho com mix gosto muito mesmo e assistindo você falando disso tudo gostei muito um abraço.

- Rubens Miranda Rodrigues

Obrigado Sá, obrigado Backstage, adoro essas histórias, muito bom, gostaria de ouvir histórias sobre as letras tbém, abç.

- Robson Marcelo ( Robinho de Guariba SP )

Esperando ansioso o Pirão de Peixe e o 4. Meu primeiro S&G

- Jeferson

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Escreva sua opinião abaixo*