Anuncio topo
COLUNISTAS

Universidade Livre da Música de Verdade. Profs. Sá & Guarabyra!

06/08/2020 - 15:01h
Atualizado em 06/08/2020 - 18:36h



Foto: Verlaine de Sá
 

Então, falar o que dos meus Padrinhos queridos Sá & Guarabyra?! Cada um tem o livre arbítrio de escolher como começar no Universo do Áudio e da Música... Eu escolhi esse caminho aqui, com certeza, a melhor coisa que eu fiz na minha vida gostosa e divertida de mergulhar nessa loucura!!!

 

No segundo dia que entrei no estúdio Vice-Versa, sem acreditar naquela ligação recebida do Papa Luiz Botelho, quando todos as portas se fechavam na minha cara, dei de cara com o Maestro Rogério Duprat e Sá & Guarabyra. Pensei; já contei um monte de mentiras na minha entrevista no primeiro dia que pisei no Santuário e vou ter que desmentir tudo, agora mais essa, três mitos na sala da recepção!!! Juro, quase fui embora... Hahahahaha.

 

A ansiedade incontrolável dos meus 19 anos de idade foi absolutamente aturada e controlada por meus mestres. Coitados... Mas o que eu poderia fazer se estava no Vice-Versa, contratado por esses caras (já no pós/trio, clássico & obrigatório com o Zé Rodrix, o qual eu infelizmente não tive a chance de conviver). Peço perdão até hoje pelos meses, talvez anos de pentelhação e desafio intenso ao termo “paciência” de cada um!!!

 

Começando pelos jingles e trilhas, foram obras inesquecíveis dos dois, principalmente se compararmos aos tempos atuais, que eu não sei de quem é a culpa pelo que vemos na TV; de quem cria ou de quem aprova... Jesus me abana, e forte... O que eu vi sair daqueles pedaços de papel e seis cordas, acredito que jamais vou ouvir de novo na publicidade, a não ser em criações dos próprios. Gravações eram aulas, de como vender produtos com boa música, de como cada letra caberia melhor em tal estilo e levadas, sempre apoiados pela banda Ponte Aérea, sua banda de apoio no stage (logo chego lá), com Constant, Pedrão, Beto & Nonato. Álbuns incríveis como “Cadernos de Viagem”, “Pirão de Peixe Com Pimenta”, “O Paraíso Agora”, “20 Anos Juntos Ao Vivo”, “Quatro”, entre outras obras primas do consagrado Rock Rural, sempre nos deixavam com aquele gostinho de quero mais na última faixa... Fato!!!

 

Aí, passamos para o palco. Bandas sensacionais durante toda a carreira, dando a cozinha ideal para a Música de Verdade Brasileira... Tive o prazer de me formar na Universidade Livre da Música de Verdade Profs. Sá & Guarabyra. Sons e palavras que marcaram a vida de muita gente que eu conheço, e de quem nem conheço. Um discernimento no que cantar e nos acordes, que fizeram o rockeiro aqui, viciado em Deep Purple e AC/DC ganhar uma “tela azul” e começar a repensar as coisas fora do Rock, e graças ao CARA lá de cima, mixei alguns monitores dessa gig, com fartos 24 canais e oito  vias da minha Yamaha 2408 do Circo do Projeto SP, em Sampa. Fato!!! Uma discografia absolutamente obrigatória, como eu sempre digo; ”azar de quem não ouve Sá & Guarabyra, pois a música desses caras não se ouve, se vive!!!”... Pronto falei!!! Ou melhor, postei...

 

 

Cada dia de show era uma festa, uma reunião de todos os técnicos que não estavam na estrada na data. E a cada música, parecia que estávamos ouvindo aquilo pela primeira vez... Não vou citar todos os incríveis músicos que passaram por essas cozinhas incríveis, pra não esquecer de ninguém e levar bronca na Web.

 

Pra não me alongar muito, esse tipo de artista que tem um comprometimento imenso com sua carreira, sua história de vida, suas viagens, seus amigos e experiências pessoais diretamente linkado na sua obra, e não pensar no imediatismo, é o exemplo explícito que eu levo muito na bagagem em todos os meus 42 anos de estrada, baseados nesses dois aí, desde o começo da jornada.

 

Gratidão eterna meus Padrinhos, pois eu não seria nada nesse Universo do Áudio sem ter passado por essa escola de Música & Postura!!!  Por aqui, é assim que a banda toca até hoje...

 

Viva & “viva” Sá & Guarabyra!!!

 

Abraços!!!

 


Acesse o blog de Paulo Farat:

http://www.backstage.com.br/paulofarat

Universidade Livre da Música de Verdade. Profs. Sá & Guarabyra!
Paulo Farat

COMENTÁRIOS

Depois de um ano de empresa 3M pude fazer o bendito carnê e comprei uma vitrolinha (em 12X) e na mesma hora levei Pirão, Quatro (Que era o novo), Es´pelho Cristalino e Vivo do Alceu, fiquei um ano ouvindo e pirando sem parar, depois vi o show do Quatro em Campinas. Considero o mais equilibrado de todos, sendo que sempre pendendo pro rural e nem tanto pro urbano, um disco atemporal podendo ser ouvido em qualquer situação, pois levanta o astral mesmo. No momento, Chuva no campo é ''a favorita'', mas depois passa e vem outra, igualzinho à aquela banda de Liverpool, manja????

- Ademilson Carlos de Sá

B R A V O!!! Paulo Farat não esqueça: “Afina isso aí moleque!” Hahahaha Tremendo profissional, sou teu fã, Grande abraço!

- Dudu Portes

Show é sensacional. Mas a s sensação intimista de parecer que a live é um show particular, dentro da sua casa, do seu quarto, é impagável. Parabéns família, incluindo Guarabyra e Tommy...

- Ricardo Amatucci

Paulo Farat vai esta nas lives do Papo Na Web a partir de amanha apresentando "Os Albuns Que Marcaram As Nossas Vidas"" Não percam, www.facebook.com/depaponaweb todas as terças-feiras as 20:00 horas

- Carlos Ronconi

Caro Luiz Carlos Sá, as canções que vocês fazem são maravilhosas, sinto a energia de cada uma. Tornei-me um admirador do trabalho de vocês no final dos anos 1970 com o LP Quatro e a partir de então saí procurando os discos de vocês, paguei um preço extorsivo pelo vendedor, os LP's "Casaco Marrom" do Guarabyra e "Passado, Presente e Futuro" (primeiro do Trio), mas valeu. tenho todos em LP's e CD's até o Antenas, depois desse só em CD's e o DVD "Outra Vez Na Estrada" exceto o mais recente "Cinamomo" mas em breve estarei com ele para curtir. A última vez que vi um show da dupla (nunca vi o trio em palco), foi no Recife no dia 16/04/2016 na Caixa Cultural, vi as duas apresentações. Levei dois bolos de rolo pra vocês, mas o Guarabyra não estava. Quero registrar que tenho até o LP "Vamos Por Aí", todos autografados, que foi num show feito no Teatro do Parque, as apresentações seriam nos 14,15 e 16/10/1992 mas o Guarabyra perdeu o voo e só foram dois dias, no dia do seu aniversário e outro no dia 16. Inesquecível. Agora estou lendo essas crônicas maravilhosas. Grande abraço forte e fraterno e muita saúde e sucesso pra vocês, sempre. P.S. O meu perfil no Facebook é Xavier de Brito e estou lá como Super Fã.

- Edison Xavier de Brito

Me lembro de ter lido algumas destas crônicas dos discos quando voce as publicou no Facebook em 2013, Sá. Muito emocionante reler e me emocionar de novo. Voces foram trilha sonora importantíssima dos últimos anos da minha vida. Sou de 1986, portanto de uma geração mais nova que escuta voces. Gratidão e vida longa a voces!

- Luiz Fernando Lopes

Salve!!! Que maravilha conhecer essas histórias de discos que fazem parte da minha vida. Parabéns `à Backstage e ao Sá! E, claro, esperando a crônica do Pirão. Esse disco me acompanha há mais de quarenta anos! Minhas filhas escutaram desde bebês e minha neta, que vai nascer agora em setembro, vai aprender a cantar todas as músicas!

- Maurício Cruz

com esse time de referências musicais (exatamente as minhas) mais o seu talento, não tem como não fazer música boa!!!! parabéns!!! com uma abraço de um fã que ouve seus discos desde essa época!

- nico figueiredo

Boa noite amigo, gostei muito das suas explicações, pois trabalho com mix gosto muito mesmo e assistindo você falando disso tudo gostei muito um abraço.

- Rubens Miranda Rodrigues

Obrigado Sá, obrigado Backstage, adoro essas histórias, muito bom, gostaria de ouvir histórias sobre as letras tbém, abç.

- Robson Marcelo ( Robinho de Guariba SP )

Esperando ansioso o Pirão de Peixe e o 4. Meu primeiro S&G

- Jeferson

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Escreva sua opinião abaixo*