Logic Pro X e Maschine

November 9, 2017

Neste tutorial, explico como costumo utilizar a Maschine (versão 2.6.7) e o Logic Pro X (versão 10.3.2) de forma integrada. Estou indicando as versões, pois tudo que será descrito pode não funcionar em algumas versões anteriores.

 

O conteúdo desse artigo possui nível mais avançado e demanda um conhecimento razoável da Maschine, uma vez que serão citados comandos específicos. A Maschine é uma controladora MIDI muito versátil, os bancos de som atrelados aos efeitos e tudo que é possível fazer nela a torna bastante poderosa. É possível arrastar o áudio dela diretamente e trabalhar com Stems e depois mixar. Mas perde-se muito dos controles e possibilidades de ajustes em tempo real, uma vez que gravado em formato de áudio, técnicas de “sampleamento” são possíveis, porém, para manter o loop mais próximo do original, a utilização do MIDI neste caso é mais interessante. 

Abra o Logic, escolha File > New > Software Instrument > Create (Figura 1). Em instrumento, escolha Maschine 2 (Figura 2) na versão multi output. A tela da Maschine como plugin aparecerá automaticamente. Nesta tela, escolha All Groups no menu e um kit de sua preferência. Escolhi um kit da biblioteca padrão, o 808 kit (Figura 3). Ele abre já com dois paterns; ajustei o BPM do Logic Pro X para 120 BPM. Feche a janela da Maschine, abra o Mixer do Logic Pro X ( atalho tecla X ou menu View > Show Mixer ).

No canal Inst. 1, como você escolheu Multi Output, aparecerá símbolos de + e -.  Clique sobre o + até ter todos os 16 canais visíveis (Figura 4). Selecione todas os canais no mixer (Control + A) e vá no menu do Mixer, escolha Options > Create Tracks for Selected Channel Strips, ou utilize o atalho Control + T. Agora você verá  todos os 16 canais dispostos em trilhas específicas (Figura 5). 

 

Abra agora novamente a janela da Maschine e visualize o Mixer (Figura 6). Vamos direcionar todos os canais de áudio que estavam para Group para cada uma das saídas externas (Ext 1 – Canal 1, e assim por diante) (Figura 6). Veja o resultado na Figura 7.

 

Agora iremos definir os canais de input e output de midi. Escolha Sound > Input > MIDI . Clique na área de pattern e dê um Control + A para escolher todas as trilhas. No menu Source, escolha Host para todas as tracks (Figura 8). Em seguida, coloque os canais para cada uma das trilhas de 1 a 16  (Figura 9). Faça o mesmo com Sound > Output > MIDI. Sendo assim, cada trilha estará atribuído a um canal MIDI. 

Vamos arrastar o MIDI da cena 1 da Maschine para a principal área de trabalho do Logic, iniciando no canal 1 (Figuras 10 e 11). Para tudo funcionar perfeitamente, considerando que seu loop já está na área de trabalho, crie uma cena 2 vazia na Maschine e rode o Logic Pro X com esta cena em loop (Figura 12). 

Existem várias formas de trabalhar com a Maschine e o Logic Pro X. Portanto, não se limite ao que foi explicado aqui. Tente encontrar outros caminhos que se adéquem ao seu fluxo de trabalho.

Please reload

Destaque

Som nas Igrejas: Introdução ao Sistema de Sonorização

December 13, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes

October 7, 2019

Please reload

Nossas Redes
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Instagram
SOBRE

REVISTA BACKSTAGE

 

A Revista Backstage é um publicação da Editora H. Sheldon e pode ser adquirida online através do site da editora, por assintura ou avulsa.

 

ANUNCIE

IMPRESSA OU DIGITAL

 

Clique aqui e se informe sobre as condições de anúncios em nossa revista ou site.

CONTATO
  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • Instagram

Todos Direitos Reservados

Rua Iriquitiá, 392 - Taquara

Rio de Janeiro - RJ - CEP:22.730-150 

Telefones: (21) 3627-7945 /  2440-4549

E-mail: adm@backstage.com.br

© 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • REVISTA BACKSTAGE