Nos bastidores com Gustavo Victorino

February 21, 2018

 

Os números divulgados pelo governo e pelas associações e federações comerciais de todo o país são díspares e nos remetem a uma reflexão sobre a sua veracidade. Dados oriundos do governo há muito perderam a credibilidade e os privados se mostram divergentes sobre o real comportamento do mercado nas vendas de final de ano. 
Em quem acreditar? Crescemos, caímos ou estamos estagnados?

 

Mudança
A nova legislação trabalhista vai trazer de volta o sono para muitos comerciantes e contratantes de músicos. As ações judiciais aventureiras e o oportunismo sofreram um duro baque. Já os maus pagadores vão continuar enrascados pelo recrudescimento de alguns dispositivos executórios. Mas depois das passeatas e atos de protesto dos magistrados trabalhistas, resta saber se os tribunais vão aplicar a nova lei.

 

Ensino musical
Apesar do empenho de muitas instituições privadas e do próprio Ministério da Cultura, o ensino musical parece estar travado no contexto das iniciativas do Ministério da Educação. Totalmente politizado e descontextualizado do cenário educacional brasileiro, o órgão virou um mero agente político e foca sua atividade exclusivamente nos interesses nebulosos da corte que habita Brasília. Pelo jeito continuaremos ainda por um bom tempo em último lugar em educação nas Américas ao lado do Suriname, segundo os dados da OEA. Ao contrário do ministro da Cultura, o da Educação é um amador.

 

Crescimento
No país do samba e toda a sua riqueza rítmica, o segmento que mais cresce no Brasil é o de instrumentos de percussão. Novas marcas surgem e as já conhecidas mostram um crescimento interessante. Destaque para a brasileiríssima Timbra (leia-se Izzo) que se impôs pela qualidade dos seus produtos na linha profissional e que em nada ficam devendo a internacional Latin Percussion, referência mundial no segmento. No segmento específico de cajons, a FSA assumiu a liderança pela criatividade no acabamento e nos recursos, além da durabilidade do produto. Em percussão, o Brasil hoje é top.

 

Filtro
A nova lei de execuções cíveis mudou a cara do comércio varejista há 10 anos. Em vigor desde 2006, seus primeiros efeitos só foram sentidos mesmo nos últimos tempos. Com a responsabilização do patrimônio pessoal e até familiar (em casos específicos) do devedor investido de pessoa jurídica, as execuções mercantis se tornaram mais ágeis e na prática colocaram um filtro no comércio. Os aventureiros ou mau pagadores lentamente estão sendo alijados do mercado. Com garantias patrimoniais compatíveis, o risco de crédito hoje é quase zero.

 

Espaço
Confesso que não entendo as críticas que se faz à Rede Globo pelos programas de calouros que ela apresenta. Enquanto milhares de artistas lutam por espaço, a maior rede de comunicação do país dá isso, e recebe críticas? Esqueçam o formato, a pieguice, os jurados, cartas marcadas, ou seja lá o que for, o espaço dado às novidades é o mais importante. Cantores e cantoras adultos ou crianças e bandas dos quatro cantos do país têm uma oportunidade única de se tornarem conhecidos pela simples participação. E tem gente que critica? Devem preferir as novelas chatas ou os enlatados americanos. Vá entender.

 

Diferença
Quando escrevi aqui sobre o tema abordado na nota anterior há algum tempo, recebi muitas críticas pela diferença de nível dos programas brasileiros de calouros e os programas internacionais de formato semelhante. Mas a dicotomia é de fácil explicação. Nos países desenvolvidos, a música sempre fez parte da educação básica e os instrumentos musicais não têm taxação “jurássica” como no Brasil. Lá fora eles são vistos como ferramenta de cultura. Em países jecas, políticos oportunistas e burocratas gananciosos acham que instrumentos são apenas objeto de lazer. 

 

Poderosa
A música oficial da copa da Rússia pode ter a participação da brasileira Anitta. Rumores dão conta de que ela está participando de uma das trilhas que estão sendo avaliadas pelos organizadores do evento. Ela pode, inclusive, participar do show de abertura. E pensar que já fomos internacionalmente aplaudidos pela música de Tom Jobim, Ivan Lins, Djavan, Eumir Deodato, Ithamara Koorax, Leni Andrade e outros.

 

Saúde
Lady Gaga vem enfrentando crises cada vez mais frequentes na sua saúde. Portadora de doença fibromuscular crônica, a artista cancela shows a cada recaída por conta das dores insuportáveis que não cedem a analgésicos, tornando inevitável a suspensão dos espetáculos. Os contratantes da artista já mostram preocupação com o quadro, que vem se agravando.

 

Referência
Morreu o Ruy Faria, um dos quatro integrantes originais do MPB4. A banda que foi embrião dos grupos vocais brasileiros e que desde 1964 é referência no gênero em nosso país. Poucos vocalizaram tão bem a bossa nova quanto o Ruy, o Aquiles, o Margo e o Miltinho. A música brasileira será eternamente agradecida.

 

Sucesso de vendas
Depois de praticamente zerar o estoque de Tama e Ibanez no final do ano, a Equipo retomou as entregas dos produtos das iconoclastas marcas japonesas. Desde a segunda quinzena de janeiro o estoque foi reabastecido e a linha completa das duas marcas já está à disposição dos lojistas. Pelo menos na Equipo, as vendas de final de ano foram um sucesso. Na esteira disso, a marca Waldman também se consolidou e hoje já figura entre as mais conhecidas de lojistas e consumidores. Ponto para os irmãos Everton & Juliano. E, não, eles não formam uma dupla sertaneja e, sim, uma dupla dos melhores mais competentes empresários do mercado. 

 

Bastidores
A mudança na titularidade da marca RMV não será a única desse ano. Tem marca brasileira recebendo proposta de compra até do exterior. 

 

Barraco
O cantor (?!?) Leo Santana parou um show em Guarapari, no Espírito Santo, para discutir com um espectador que supostamente o ofendia. Fica a pergunta: por que um idiota vai a um show para provocar ou ofender um artista? Não sou fã desse rapaz e muito menos da sua música (?!?), mas ninguém tem sangue de barata. Testemunhas disseram que o boboca ficou o show inteiro provocando com gestos e ofendendo o músico. Sou contra qualquer tipo de barraco ou baixaria de artista, mas existem limites para tudo. Até para a paciência.

 

Na contramão
O Ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão jogou água fria nos detratores dos projetos culturais e nos investimentos privados em arte. Através de dados estatísticos, o corajoso ministro afirmou que a Cultura gera muito mais recursos para o poder público do que recebe. Saindo em defesa da Lei Rouanet, o ministro afirmou que as pessoas desconhecem o seu funcionamento e, principalmente, o seu impacto econômico. “A cultura gera fomento econômico e social”, disse o ministro. Discreto e técnico, Sá Leitão chama a atenção pela competência e se destaca como um dos melhores ministros do criticado governo Temer.

 

Rede elétrica
A morte de um cantor e jornalista no sul do país volta a trazer a discussão sobre o aterramento da rede elétrica no Brasil. Eletrocutado pelo microfone que usava, a vítima teve parada cardíaca e não resistiu. Ao longo dos anos, proliferam as reclamações de técnicos, engenheiros e profissionais ligados ao áudio sobre esse problema crônico nas redes elétricas brasileiras. Quantos precisam morrer para alguém tomar uma providência?

 

Honrado
Convidado pelo presidente da Anafima (Associação Nacional da Indústria da Música), Daniel Neves, honradamente assumo de forma compartilhada a Diretoria de Relações Institucionais da entidade com o objetivo de buscar novos horizontes no relacionamento com instituições públicas e privadas no interesse da categoria. Grato à direção da Anafima pela lembrança e pelo prestígio do convite.

 

 

Please reload

Destaque

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival 2020

February 7, 2020

1/10
Please reload

Posts recentes

December 31, 2019

December 24, 2019

December 19, 2019

Please reload

Nossas Redes
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Instagram
SOBRE

REVISTA BACKSTAGE

 

A Revista Backstage é um publicação da Editora H. Sheldon e pode ser adquirida online através do site da editora, por assintura ou avulsa.

 

ANUNCIE

IMPRESSA OU DIGITAL

 

Clique aqui e se informe sobre as condições de anúncios em nossa revista ou site.

CONTATO
  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • Instagram

Todos Direitos Reservados

Rua Iriquitiá, 392 - Taquara

Rio de Janeiro - RJ - CEP:22.730-150 

Telefones: (21) 3627-7945 /  2440-4549

E-mail: adm@backstage.com.br

© 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • REVISTA BACKSTAGE