GUSTAVO VICTORINO por aí ...

December 7, 2019

Tenho reiterado aqui minha posição em relação à qualidade de alguns produtos e a sua aplicabilidade na relação custo benefício. Pragmático, o mercado vem regulando isso a sua maneira. Quem quer grife, que pague por ela, mas é inegável que os chamados produtos de entrada e intermediários têm melhorado significativamente em relação aos mais caros. O hiato de qualidade está cada vez menor.

 

Sucesso?

 

Em tempos modernos, como se faz a aferição do sucesso de uma música ou artista? Venda de disco desabando, nebulosidade nas pesquisas de institutos que perdem a credibilidade dia a dia e mídias se enfrentando abertamente na divulgação de números por vezes absurdos. Nesse caldo de cultura aparecem youtubers e digital influencers fabricando dados para vender espaços de importância questionável. Afinal em quem acreditar?

 

Preconceito

 

Artistas que manifestam apoio ao governo Bolsonaro começam a ser discriminados pela turma da “lacração” que domina as redações formadas por jovens que saíram das faculdades devidamente doutrinados e hoje praticam mais pregação ideológica do que jornalismo. Mesmo sem citar nomes, é perceptível que falar mal do governo garante espaço na grande mídia carente dos bilhões do dinheiro público com o qual era comprada.

 

Resultado

 

Sabe quantos artistas conseguiram até agora receber judicialmente os direitos pelo uso de suas músicas na última campanha eleitoral? Nenhum ...

 

 

Babacas

 

Os membros da banda holandesa de thrash metal, Legion of the Damned, além de ruins, são mal-educados e preconceituosos. Depois de alguns shows por aqui, ao retornarem à Holanda publicaram na sua rede social uma foto com bananas e imitações grosseiras de macacos em alusão ao nosso país. Pegou mal... lá e aqui.

 

 

Velhas novidades

 

Salvo raras exceções, o mercado convive a um bom tempo com meras maquiagens nos chamados lançamentos. A inércia só é rompida por pequenos avanços tecnológicos que quase obrigam os fabricantes e inserir algo novo em seus produtos. Salvo isso, em quase todos os segmentos, as novidades trazem apenas mudanças de design, cores, novos botões, painéis e tamanhos. Um ou outro produto lançado com uma visão estritamente mercadológica traz a falsa sensação de novidade. Sinceramente, gostaria que alguém explicasse o porquê desse marasmo.

 

Titãs

 

Uma briga por direitos autorais envolvendo Nando Reis, os herdeiros de Marcelo Fromer e os remanescentes da banda Titãs foi solucionada de forma quase simplória. Todos decidiram selar a paz e acionar a gravadora Warner que segundo eles, está inadimplente com os músicos.

 

Lei trabalhista

 

A nova legislação laboral brasileira trouxe um alívio para as pequenas e médias empresas de sonorização. Com a regulamentação do trabalho temporário, o fantasma da ação trabalhista ficou mais longe e o emprego de mão de obra por empreitada aumentou significativamente. Embora aliviados, ainda sobrou o famigerado e inexplicavelmente voraz ISSQN municipal que achaca os empreendedores. E burocratas da máquina fiscal pública parecem vibrar quando quebram empresas com multas milionárias.

 

Pornô

 

Artistas brasileiros começaram a perceber que algumas de suas músicas fazem trilha sonora para filmes pornôs. Descobrir que não recebem nada por isso foi o próximo passo e escritórios de advocacia estão sendo contratados para resolver o problema. Pedindo discrição, um dos compositores brasileiros mais gravados me disse na última Festa Nacional da Música... “Fiz uma canção de amor que agora embala sacanagem... isso dói”.

 

Ferrugem

 

Vez por outra recebo mensagens pedindo que eu explique aqui porque as ferragens dos instrumentos musicais enferrujam tão rápido. A única explicação é a qualidade do material e a degradação natural da maioria dos metais utilizados na manufatura. O curioso é que incomoda alguns, mas agrada a outros, especialmente os amantes de produtos “vintage”.

 

Fiscalização

 

Com a chegada do verão, algumas novidades vão emergir na fiscalização dos shows ao ar livre. Grande parte das procuradorias públicas dos estados está reforçando o efetivo pessoal e recrudescendo as normas de poluição sonora como parte das propostas de preservação do meio ambiente. Se a coisa for levada a sério, o bicho vai pegar geral...

 

Mão de obra

 

Alguns luthiers argentinos começam a oferecer seus instrumentos no Brasil. A crise no país vizinho, o gigantismo brasileiro e o enfraquecimento da moeda portenha são fatores que influenciam diretamente no fenômeno. Reconhecidos por sua competência, os profissionais argentinos já são facilmente encontrados no sul e centro do país.

 

 

 

E-Mail para essa coluna: victorino@backstage.com.br

 

 

Please reload

Destaque

A história da gravação e masterização

January 11, 2020

1/10
Please reload

Posts recentes

December 31, 2019

December 24, 2019

December 19, 2019

Please reload

Nossas Redes
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Instagram
SOBRE

REVISTA BACKSTAGE

 

A Revista Backstage é um publicação da Editora H. Sheldon e pode ser adquirida online através do site da editora, por assintura ou avulsa.

 

ANUNCIE

IMPRESSA OU DIGITAL

 

Clique aqui e se informe sobre as condições de anúncios em nossa revista ou site.

CONTATO
  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • Instagram

Todos Direitos Reservados

Rua Iriquitiá, 392 - Taquara

Rio de Janeiro - RJ - CEP:22.730-150 

Telefones: (21) 3627-7945 /  2440-4549

E-mail: adm@backstage.com.br

© 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • REVISTA BACKSTAGE