Vitrine Áudio e Iluminação

January 25, 2019

 

Vitrine Áudio

 

 

Moog Sub Phatty
https://www.gsbproaudio.com.br/moog-sub-phatty-504/p?fc=26
Este é uma versão do tradicional sintetizador analógico, disponível por encomenda. Tem 25 teclas de ação semipesada, além de controladores de pitch, bend, mod e wheel. O teclado é monofônico e tem como fontes sonoras dois osciladores Waveshape variáveis, um oscilador secundário de onda quadrada e um gerador de ruído. O Sub Phatty é o primeiro sintetizador analógico a apresentar a nova seção Multidrive. A seção do mixer oferece inovações próprias, incluindo um sub oscilador que produz uma onda quadrada uma oitava abaixo do Oscillator 1. Essa ferramenta pode ser usada como um terceiro oscilador para maior profundidade ou para criar um timbre próprio do baixo Moog. Também na seção do mixer há um gerador de ruído com voz para fornecer baixa freqüência, rica em corpo e ataque para esculpir percussão analógica e efeitos sonoros. O Sub Phatty apresenta uma ampla gama de parâmetros e todos os recursos são facilmente acessíveis a partir do painel frontal do instrumento ou através do editor autônomo com plugin gratuito. Filtros, modulações de onda ou valores de pitchbend estão disponíveis no equipamento.    

 

 

 

Mugello - KH4    
http://www.gobos.com.br/audio/k-array/concerto/130-mugello---kh4
O K-array Mugello KH4 é um produto de alta performance, amplificado, de duas vias. Ele tem 47 kg e 16 cm de profundidade. A estrutura em alumínio ultra-compacta garante elevado nível de pressão, com ampla cobertura horizontal (120°). Tem a capacidade de variar a cobertura vertical de 7° (aplicações line array) a 37° (modo autônomo). Os médios e graves são compostos por 12 falantes de 8’’ com bobinas de 2.5’’, alimentados por seis canais de amplificação de potência. Já as frequências média-altas utilizam cinco drivers de 1.75’’ montados em um guia de ondas constante. Um módulo DSP interno fornece predefinições de configuração e um software de controle remoto dedicado permite o controle através de um computador. Ideal para grandes eventos, turnês, estádios, arenas, salas de concertos, teatros e espetáculos ao ar livre.

 

 

 

 

 

 

Player series, da Fender
http://www.fender.com.br/
Em 2018, a Fender Player Series substitui a Fender Standard e se torna o elemento-chave na linha de guitarras e baixos. Esta nova série contempla modelos como as tradicionais Stratocaster e Telecaster, além de baixos como o Precision e o Jazz Bass. Elas procuram atender a um público que achava as Fender tradicionais guitarras um pouco duras de serem tocadas. Para isto, tiveram algumas mudanças na estrutura de componentes para que pudessem ter uma pegada mais macia, mas com todo o som tradicional que se está acostumado a ouvir das Fender. Outra mudança é nas cores, que são mais vibrantes e atraentes para um público mais amplo. 

 

 

 

 

Zildjian low volume
http://www.zildjian.com.br/
Os novos pratos L80 Low Volume são mais silenciosos que os pratos Zildjian tradicionais, mas sem perder a pegada. Isto foi desenvolvido por meio de pesquisas na Zildjian Sound Lab. O objetivo a ser alcançado era musicalidade e volume baixo. Este padrão foi obtido ao combinar uma nova liga revestida com um acabamento fosco único e exclusivo, que permite que eles sejam seja 80% mais silenciosos do que um prato tradicional. Eles são ideais para salas de ensaio, estudos, salas de aula de bateria, gigs em baixo volume ou em qualquer lugar que não seja possível tocar alto. Vale também ressaltar a robustez dos pratos, que são bastante resistentes a rachaduras.    
 

Vitrine Iluminação

 

COB Ribalta 8x30W Tri RGB
www.gobos.com.br
COB Ribalta é um equipamento com bastante potência. Ele possui 8 COB LEDs de 30W com a tecnologia Chip on Board. Os 60 graus de abertura dos LEDs fazem a ribalta preencher uma área que vai além de suas medidas. O equipamento oferece controle tanto por grupos como por cada pixel individualmente, com bastante capacidade de controle da temperatura de cor. O DMX é configurável em 3 - 5 - 24 ou 27 canais. Os modos de operação usam protocolo DMX, Master/Slave, Stand Alone. O strobo tem 1-25 flashs por segundo e efeito pulsar. O dimmer linear é em 16 Bits mais blackout. Os programas são residentes em memória. O Input / Output do sinal DMX pode ser em 3 e 5 pinos, já o Input / Output de AC usa conectores Powercom. O consumo é de 290W com tensão de alimentação no AC em 110V - 240V - 50Hz / 60Hz. O display LCD azul tem formato 880x145x180mm e o equipamento pesa 6,2 Kg

 

 

LED 180W RGBW 19º DMX    
www.gobos.com.br
O equipamento tem sete canais DMX para criar todas as cores do espectro. Consome pouca energia, não gera calor e por utilizar protocolo DMX não precisa de rack dimmer. Tem a luminosidade de um Elipso tradicional de 750W, trazendo um bom custo/benefício ao usuário. O ângulo de abertura é de 19º. O peso é 6.5 kg e as medidas são 28cm (44cm com alça) x 28cm x 53cm (59cm com alça). 

 

 

 

 

 

FT-20– Máquina de fumaça    
www.antari.com
A FT-20 é uma máquina de fumaça portátil que funciona por bateria capaz de manter, por longo tempo, operação com grandes quantidades de fumaça. Ela é disponível com duas formas de alimentação: bateria de 12V ou com adaptador de chave de energia que permite ligar a máquina com AC entre 100 e 240V. Alimentada com bateria, a máquina pode produzir fumaça durante, aproximadamente, 11 minutos. Com alimentação por AC, a fumaça pode continuar a ser expelida enquanto houver líquido no tanque. É possível controlar a máquina via DMX e knobs permitem ao usuário controlar a saída de fumaça. Um controle remoto é disponível para o equipamento opcionalmente. 

 

 

Proteus Beam WMG
www.elationlighting.com
Este equipamento todo branco usa a lâmpada Philips MSD Platinum 14R 80CRI 7, 800K produzindo mais de 12000 lumens. Entre os recursos do aparelho está um sistema ótico preciso que produz um foco de 2,5º e um sistema de resfriamento interno, sistema de cores CMY, 13 cores dicroicas incluindo CTB, CTO e UV, oito gobos rotativos e intercambiáveis e treze gobos fixos estampados, todos de metal. Ele também tem  prismas com face rotativa de 5 e 32, frost filter, foco motorizado e automático, obturador mecânico, estroboscópio de alta velocidade, suporte a DMX, RDM, Art-NET e suporte a protocolo sACN, além de transceptor DMX sem fio interno E-FLY ™ da Elation. O Beam WMG também tem conexões de entrada / saída Ethernet XLR de 5 pinos IP, conexão POWERCON TRUE1, menu de display totalmente colorido com seus botões no painel de controle cor total 180 °, display de menu reversível com painel de controle sensível ao toque de seis botões, bateria reserva para alimentação de tela e uma fonte de alimentação de comutação automática universal de multivoltagem (100-240v).

 

 

Please reload

Destaque

IATEC promove a grande confraternização do som ao vivo, iluminação e produção musical

December 10, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes

October 7, 2019

October 3, 2019

Please reload

Nossas Redes
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Instagram
SOBRE

REVISTA BACKSTAGE

 

A Revista Backstage é um publicação da Editora H. Sheldon e pode ser adquirida online através do site da editora, por assintura ou avulsa.

 

ANUNCIE

IMPRESSA OU DIGITAL

 

Clique aqui e se informe sobre as condições de anúncios em nossa revista ou site.

CONTATO
  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • Instagram

Todos Direitos Reservados

Rua Iriquitiá, 392 - Taquara

Rio de Janeiro - RJ - CEP:22.730-150 

Telefones: (21) 3627-7945 /  2440-4549

E-mail: adm@backstage.com.br

© 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • REVISTA BACKSTAGE